UFMG | Campos Montes Claros
Home » Notícias » Alunos do ICA visitam o Laboratório de Aquacultura da Escola de Veterinária
25 / Maio / 2018
Alunos do ICA visitam o Laboratório de Aquacultura da Escola de Veterinária

Alunos do Instituto de Ciências Agrárias da UFMG (ICA-UFMG), do campus Montes Claros, estiveram em Belo Horizonte e passaram a manhã do dia 23 de maio visitando várias estruturas no campus Pampulha. Dentre os locais visitados destaca-se o Laboratório de Aquacultura da Escola de Veterinária, o Laqua. 35 estudantes foram acompanhados pela coordenadora do Centro de Extensão do ICA, professora Júlia Maria de Andrade e foram recebidos pela professora Gisele Cristina Faveiro.

De acordo com a professora, foi aproveitada a estadia dos alunos na cidade para interagir com as outras unidades da Universidade e conhecer as escolas de Veterinária e de Engenharia, assim como o Instituto de Ciências Biológicas. A coordenadora afirmou que “a aproximação dos campi Montes Claros e Pampulha dá oportunidade para os alunos terem um conhecimento melhor e vivenciarem os trabalhos realizados em nestas unidades, isso abre novos horizontes.”

Todos os estudantes são bolsistas de projetos de extensão e vieram participar da Jornada de Extensão da UFMG. Eles pertencem a diversos períodos dos cursos de Agronomia, Zootecnia, Engenharia Agrícola e Ambiental, Engenharia de Alimentos e Engenharia Florestal. As visitas se iniciaram no setor de Reprodução e Larvicultura de peixes, sob responsabilidade do professor Ronald Kennedy Luz, seguindo pelos sistemas de recirculação em que o grupo teve a oportunidade de conhecer os tanques de criação do peixe nativo pacamã.

Em seguida, Gabriel Francisco, um dos técnicos do laboratório, explicou sobre a importância do processo de depuração de peixes que precede o abate e levou os alunos para conhecer a estrutura da Unidade de Tecnologia e Processamento do pescado, onde são desempenhadas atividades de processamento de abate e desenvolvimento de produto. A visita terminou com a apresentação da área de melhoramento genético de tilápias em que os alunos puderam ver o sistema de bioflocos que é utilizado na criação dos peixes.

[Matéria originalmente publicada no site da Escola de Veterinária da UFMG]