UFMG | Campos Montes Claros
Home » Pós-Graduação » Mestrado em Ciências Florestais
Mestrado em Ciências Florestais

O curso de Mestrado em Ciências Florestais almeja ampliar a capacitação dos bacharéis formados em cursos de graduação correlatos à área florestal, de modo a gerar conhecimentos nas áreas de silvicultura e sistemas agroflorestais, manejo de florestas de produção e nativas, tecnologia de produtos madeireiros e não madeireiros e recuperação de áreas degradadas. Os esforços das pesquisas realizadas no curso se concentrarão na avaliação crítica do modelo atual de atividade florestal e na proposição de alternativas e estratégias de ação frente aos desafios enfrentados para o desenvolvimento de uma economia produtiva sustentável nas áreas abrangidas pelo semiárido.O curso de Mestrado em Ciências Florestais almeja ampliar a capacitação dos bacharéis formados em cursos de graduação correlatos à área florestal, de modo a gerar conhecimentos nas áreas de silvicultura e sistemas agroflorestais, manejo de florestas de produção e nativas, tecnologia de produtos madeireiros e não madeireiros e recuperação de áreas degradadas. Os esforços das pesquisas realizadas no curso se concentrarão na avaliação crítica do modelo atual de atividade florestal e na proposição de alternativas e estratégias de ação frente aos desafios enfrentados para o desenvolvimento de uma economia produtiva sustentável nas áreas abrangidas pelo semiárido.

Destina-se ainda, a proporcionar uma formação científica ampla e aprofundada, desenvolvendo a capacidade de ensino, pesquisa e inovação tecnológica na área de Recursos Florestais. Assim, o curso possui uma única área de concentração, a mesma do eixo temático do curso, ou seja, Recursos Florestais, com duas linhas de pesquisa: “Silvicultura no semiárido” e “Manejo e Tecnologia de Recursos Florestais”. A área de concentração do programa prevê a realização de estudos e pesquisas em áreas de florestas nativas e plantadas, buscando a conservação, a gestão e o manejo com o desenvolvimento de tecnologias para a industrialização e utilização sustentável dos recursos florestais.

As linhas de pesquisas definidas para o curso foram propostas buscando coerência e consistência entre: estrutura curricular; projetos de pesquisa desenvolvidos pelos docentes e suas respectivas áreas de atuação; a área de concentração do curso proposto; e o perfil profissional almejado.

1) Silvicultura no semiárido
Visa desenvolver pesquisas que aprimorem métodos e técnicas silviculturais para a exploração das florestas plantadas e, recuperação e conservação das formações vegetacionais naturais nas regiões semiáridas. Nesse contexto, as investigações científicas abrangerão estudos com a implantação, condução e proteção de povoamentos florestais, em monocultivos ou na forma de sistemas agroflorestais e em recuperação de áreas degradadas.

2) Manejo e Tecnologia de Recursos Florestais
Visa desenvolver pesquisas que propiciem o melhor aproveitamento dos recursos florestais considerando diferentes aspectos do manejo florestal em regiões com predominância de déficit hídrico. Tratará de estudos nas áreas de mensuração e manejo, ergonomia, colheita e transporte, propriedades, usos e industrialização dos recursos florestais, além do planejamento e otimização de processos e atividades florestais.

Secretaria
Responsáveis: Maria Clara Gonçalves Madureira e Edvaldo Souza Silva
Telefone: (38) 2101-7748 / (38) 2101-7759
Email: secpg@ica.ufmg.br
Atendimento: 08h às 11h e 14h às 16h.

As disciplinas serão ministradas no Campus Universitário de Montes Claros. A relação das disciplinas é direcionada a atender os objetivos do curso, dando embasamento para que o profissional formado tenha o perfil almejado no curso de mestrado.

As disciplinas ofertadas integram uma grade curricular específica para atendimento das duas linhas de pesquisa propostas, dando suporte para o pleno desenvolvimento de atividades acadêmicas e de investigações científicas no contexto a qual se propõe, a saber, o semiárido. Para tanto, as disciplinas possuem em síntese uma abrangência específica para a silvicultura e manejo de florestas de produção e das formações vegetacionais naturais, e também na recuperação de áreas degradadas por meio de uma exploração sustentável por meio da tecnologia florestal em áreas sujeitas ao déficit hídrico.

O acadêmico deverá cursar 24 créditos para integralização curricular, sendo 10 (dez) obrigatórios e 14 (quatorze) optativos, cada crédito corresponde a uma carga horária de 15 horas. As disciplinas oferecidas serão comuns para todas as linhas de pesquisa.

Ressalta-se que todas as disciplinas ofertadas serão disponibilizadas para os discentes das duas linhas de pesquisa, cabendo ao discente juntamente com o comitê orientador a definição das disciplinas optativas a serem cursadas, inclusive disciplinas ofertadas por outros cursos de mestrado da UFMG.
As disciplinas obrigatórias compreenderão os Seminários I e II, ambas com dois créditos, Metodologia Científica também com dois créditos e Métodos Estatísticos aplicados às Ciência Florestais, com quatro créditos. As disciplinas de Seminários I e II objetivam desenvolver nos pós-graduandos as habilidades de apresentação, tanto textual como oral, de seminários e ou palestras sobre assuntos de cunho cientifico relacionados às Ciências Florestais. A disciplina de Seminário I propõe a apresentação da metodologia do projeto de pesquisa e de temas livres e atuais. Para a conclusão dessa atividade, o mestrando deverá apresentar formalmente o projeto de sua dissertação para análise e discussão. Na disciplina de Seminário II, o discente promoverá a apresentação de parte de seus resultados na forma de um artigo científico, com apresentação e arguição oral.
Além das disciplinas de Seminários, são consideradas atividades obrigatórias a produção acadêmica e a defesa de dissertação, entretanto estas atividades não são geradoras de créditos. O discente deverá estar matriculado nessas atividades para proceder a defesa de dissertação. Quanto às disciplinas optativas, caberá ao discente juntamente com o comitê orientador organizar o plano de estudo do mestrando dentro da linha de pesquisa escolhida, de modo a estruturar a sua formação pós-graduada.

A seguir, apresenta-se o quadro resumo das disciplinas do curso de mestrado em Ciências Florestais.

No. Nome da Disciplina Classificação Carga Horária Créditos Oferta
OB OP Teórica Prática  
1 Seminário I X 30 0 2 Semestral
2 Seminário II X 30 0 2 Semestral
3 Metodologia do trabalho científico X 30 0 2 Anual
4 Métodos estatísticos aplicados às Ciência Florestais X 45 15 4 Anual
5 Biologia e manejo integrado de plantas daninhas X 30 15 3 Anual
6 Biologia do solo aplicada à nutrição de plantas X 30 15 3 Anual
7 Caracterização tecnológica da madeira X 30 15 3 Anual
8 Colheita e transporte florestal X 30 15 3 Anual
9 Controle biológico de insetos X 30 30 4 Anual
10 Dendrologia e fitossociologia X 30 15 3 Anual
11 Diagnose e manejo de doenças de espécies florestais X 30 15 3 Anual
12 Energia da biomassa florestal X 30 15 3 Anual
13 Estágio em docência X 30 30 4 Semestral
14 Fertilidade do solo X 30 15 3 Anual
15 Inteligência artificial aplicada X 30 15 3 Anual
16 Manejo de florestas naturais X 30 15 3 Anual
17 Manejo integrado de pragas florestais X 30 15 3 Anual
18 Manejo de florestas plantadas X 30 15 3 Anual
19 Metodologia de ensino e aprendizagem aplicada ao ensino superior X 45 0 3 Anual
20 Mensuração florestal X 30 30 4 Anual
21 Planejamento e otimização florestal X 30 15 3 Anual
21 Qualidade da madeira X 30 15 3 Anual
23 Recuperação de áreas degradadas X 30 15 3 Anual
24 Relações humanas no ensino superior X 30 0 2 Anual
25 Secagem e preservação da madeira X 30 15 3 Anual
26 Segurança e ergonomia em operações florestais X 30 15 3 Anual
27 Silvicultura clonal X 30 15 3 Anual
28 Silvicultura de florestas de produção X 30 15 3 Anual
29 Sistemas integrados de produção florestal X 30 15 3 Anual
30 Genética e biotecnologia X 30 15 3 Anual
31 Métodos de melhoramento vegetal X 30 15 3 Anual
32 Geoprocessamento aplicado ao manejo de recursos naturais X 30 30 4 Anual
33 Matéria orgânica do solo X 45 15 4 Anual
34 Tópicos especiais I X 15 0 1 Semestral
35 Tópicos especiais II X 15 15 2 Semestral
36 Tópicos especiais III X 30 15 3 Semestral
37 Tópicos especiais IV X 45 15 4 Semestral

Corpo docente 

A equipe de professores permanentes do curso é formada por 12 docentes. É multidisciplinar com experiência nas áreas de mensuração, manejo, colheita, transporte, planejamento e otimização florestal; fitossanidade, silvicultura, sistemas produtivos integrados, produção vegetal e recuperação de áreas degradadas; ciência e tecnologia da madeira; ecologia; entre outras.

Qualificação

Todos os professores são doutores, sendo as titulações obtidas em importantes universidades brasileiras. Segue abaixo relação dos docentes por linha de pesquisa do curso de mestrado.

Docente e-mail Áreas de atuação Currículo Lattes
Silvicultura do Semiárido
Carlos Juliano Brant Albuquerque carlosjuliano@ufmg.br Sistemas Integrados de Produção http://lattes.cnpq.br/1647940900228987
Demerson Arruda Sanglard sanglard@ufmg.br

 

Genética e Melhoramento http://lattes.cnpq.br/7417873079167401
Glauciana da Mata Ataíde glauciana@ufsj.edu.br Sementes e Viveiros Florestais, Sistemas Silviculturais e Ecofisiologia Florestal http://lattes.cnpq.br/8001032010519406 
Leandro Silva de Oliveira lsoliveira@ufmg.br Silvicultura Clonal http://lattes.cnpq.br/7112647732774200
Leonardo David Tuffi Santos ltuffi@ufmg.br Manejo de Plantas Daninhas http://lattes.cnpq.br/6075904912928109
Nilza de Lima Pereira Sales nsales@ufmg.br Recuperação de Ecossistemas Degradados e Patologia Florestal http://lattes.cnpq.br/4555223077967974
Pedro Guilherme Lemes Alves pedroglemes@ufmg.br Entomologia Florestal http://lattes.cnpq.br/9084738737031091

Manejo e Tecnologia de Recursos Florestais

Carlos Alberto Araújo Júnior carlosaraujo@ufmg.br Pesquisa Operacional e Inteligência Artificial http://lattes.cnpq.br/3427164673497124
Christian Dias Cabacinha cabacinha@ufmg.br Mensuração Florestal http://lattes.cnpq.br/7626216490380053
Edy Eime Pereira Baraúna ebarauna@ufmg.br Tecnologia da Madeira http://lattes.cnpq.br/3160416445274012
Márcio Leles Romarco de Oliveira marcioromarco@gmail.com Manejo Florestal http://lattes.cnpq.br/1808132114787261
Rúbia Santos Fonseca rubiafonseca@ufmg.br Dendrologia e Fitossociologia http://lattes.cnpq.br/2359831159655738
Stanley Schettino schettino@ufmg.br Ergonomia, Colheita e Transporte Florestal http://lattes.cnpq.br/8972308303810680

 

O Centro de Pesquisas em Ciências Agrárias (CPCA) é um complexo formado por laboratórios multiuso e área de uso comum para utilização compartilhada pelos projetos do mestrado. Tais laboratórios permitem investigações mais aprofundadas, favorecendo a formação de pessoal mais qualificado e a geração de tecnologias de grande impacto regional.

 

O Centro de Pesquisas em Ciências Agrárias abriga, dentre outros, os seguintes laboratórios, os quais serão utilizados para pesquisas em nível de mestrado: 

1- Laboratório de Mensuração e Manejo Florestal – Laboratório criado em 2017 para pesquisas sobre mensuração florestal e ecologia e manejo de florestas plantadas e nativas. Possui equipamentos para coleta de dados tais como sutas, clinômetros e vertex, além de computadores, impressora e acesso à rede mundial de computadores.

2- Laboratório de Melhoramento Florestal – Criado em 2017, tem como principal objetivo integrar estudos de melhoramento genético e de clonagem de espécies florestais tolerantes ao déficit hídrico e com potencial silvicultural para a região norte de Minas Gerais. As pesquisas a serem desenvolvidas no respectivo laboratório envolverão o melhoramento florestal de espécies florestais para as condições de semiáridas, combinadas com as áreas de propagação vegetativa de plantas, biologia molecular, geoprocessamento, tecnologia da madeira, entomologia e patologia florestal.

3- Laboratório de Patologia Florestal – Tem como principais atividades a realização pesquisas em Microbiologia Florestal e Patologia Florestal, desenvolvendo-se trabalhos nas linhas de diagnose e manejo de doenças de importância florestal, em espécies nativas do cerrado e mata seca e de espécies exóticas.

4- Laboratório de Pesquisa Operacional e Modelagem Florestal – Objetiva o desenvolvimento de pesquisas relacionadas à aplicação de métodos quantitativos para resolução de problemas florestais, incluindo técnicas de análise de regressão, geoestatística, pesquisa operacional e inteligência artificial. Conta com estrutura composta por computadores de última geração para desenvolvimento dos trabalhos, além de equipamentos para coleta de dados em campo.

5- Laboratório de Biotecnologia – Criado em 2015, concentrando-se em Análises Genômicas e Cultura de Células e Tecidos Vegetais. As principais linhas de pesquisa são: “Melhoramento Genético para Estresses Bióticos e Abióticos Contextualizados ao Semiárido” e “Cultivo in Vitro e Expressão Gênica de Plantas”. As atividades visam solucionar problemas associados aos princípios da genética e melhoramento de plantas, além da fisiologia e da tecnologia de sementes, todos estes conjugados a técnicas de Biologia Molecular.

Além dos laboratórios do CPCA o curso de mestrado conta ainda com a seguinte infraestrutura laboratorial: 

6- Laboratório de Manejo Florestal – Laboratório criado para o ensino de temas relacionados ao manejo florestal, tanto de florestas plantadas como de florestas naturais. Também é utilizado para pesquisas nas linhas de mensuração e manejo florestal, pesquisa operacional e inteligência artificial. É composto por 14 computadores.

7- Laboratório de Produtos Florestais I – Laboratório criado em 2016 visando o desenvolvimento de pesquisas nas áreas de produtos madeireiros. As principais pesquisas desenvolvidas no local são relacionadas à caracterização tecnológica, processamento mecânico e secagem da madeira, além de estudos na área de energia da biomassa florestal. Equipamentos para o processamento mecânico secundário, forno de carbonização e para análise da qualidade da madeira estão neste laboratório. O Laboratório conta com uma área de aproximadamente 300 m², dividido em dois galpões, escritório, sala para análise física da madeira, sala de aula, cozinha e banheiros.

8- Laboratório de Produtos Florestais II – Laboratório criado em 2016 visando o desenvolvimento de pesquisas na área de produtos madeireiros. As principais pesquisas desenvolvidas no local são relacionadas à biodegradação da madeira, preservação da madeira e testes de toxidez com cupins e fungos em madeiras com resistência natural e/ou tratadas com produtos químicos. Estruturas para ensaios de alimentação forçada e preferência alimentar para cupins e fungos, tanques e aparato à vácuo para impregnação de preservativos, caixas simuladoras de degradação madeira pelo solo e máquina climática estão neste laboratório. O Laboratório conta com uma área de aproximadamente 137 m², dividido em escritório, sala para análise da madeira e banheiros.

9- Laboratório de Sementes Florestais – O Laboratório de Análise de Sementes (LAS – ICA/UFMG) foi criado em 2001, visando o desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão na área de Produção e Tecnologia de Sementes. As principais linhas de pesquisa desenvolvidas no local são de adequação e desenvolvimento de metodologias que permitam a avaliação da qualidade física, fisiológica, genética e sanitária de lotes de sementes; estudos relativos à produção e fisiologia do desenvolvimento e deterioração de sementes; beneficiamento, secagem e armazenamento de sementes, além do desenvolvimento de tecnologias agroecológicas e da validação de conhecimento de populações tradicionais, da multiplicação e conservação de sementes crioulas. O Laboratório está localizado no Bloco A do Instituto de Ciências Agrárias da UFMG, no Campus Montes Claros.

10- Herbário Norte Mineiro – O Herbário Norte Mineiro (MCCA), fundado em 2016, constitui-se de uma coleção biológica que visa documentar a biodiversidade vegetal da região norte de Minas Gerais e dar suporte ao ensino e pesquisa na área da Biologia Vegetal. Essa coleção é responsável pelo tombamento de espécimes vegetais, testemunho de pesquisas científicas e envio de materiais para a correta identificação por especialistas. O MCCA está localizado no Bloco A do Instituto de Ciências Agrárias da UFMG, Campus Montes Claros.

11- Laboratório de Apicultura – No local, são desenvolvidas atividades de manutenção do apiário do ICA/UFMG; armazenamento de equipamentos e indumentária apícola; retirada, processamento e engarrafamento do mel; atividades de pesquisa e extensão.

12- Laboratórios de Informática – Os laboratórios de informática têm o objetivo de disponibilizar a infraestrutura necessária para as disciplinas que incluem o uso de programas de computador em suas ementas. Atualmente, o ICA conta com dois Laboratórios de Informática, sendo um deles composto por 30 máquinas, localizado no bloco A, e outro com 45 máquinas, localizado no bloco D.

Ainda, o Instituto de Ciências Agrárias possui os seguintes laboratórios com equipamentos e materiais necessários para o desenvolvimento de pesquisas no Mestrado em Ciências Florestais:

  • Laboratório de Análise de Resíduos para Aproveitamento Agrícola;
  • Laboratório de Botânica;
  • Laboratório de Bromatologia;
  • Laboratório de Entomologia;
  • Laboratório de Microbiologia;
  • Laboratório de Anatomia e Dendrologia;
  • Laboratório de Microscopia;
  • Laboratório de Plantas Medicinais;
  • Laboratório de Propagação de Plantas;
  • Laboratório de Sementes;
  • Laboratório de Solos.