UFMG | Campos Montes Claros
Home » Notícias » Prazo de inscrições para seleção do mestrado em Alimentos e Saúde da UFMG termina nesta quinta-feira, dia 2 de novembro
01 / nov / 2023
Prazo de inscrições para seleção do mestrado em Alimentos e Saúde da UFMG termina nesta quinta-feira, dia 2 de novembro

São oferecidas 22 vagas para o primeiro semestre de 2024

O mestrado em Alimentos e Saúde do ICA foi aprovado pela Capes como curso interdisciplinar. (Foto: Lucas Braga/UFMG)

Termina nesta quinta-feira, dia 2 de novembro, as inscrições para o processo seletivo do mestrado em Alimentos e Saúde da UFMG. O curso é presencial no campus Montes Claros. Ao todo, são oferecidas 22 vagas sendo cinco delas para candidatos autodeclarados negros. Pelo edital suplementar são oferecidas duas vagas: uma para indígenas e uma para pessoas com deficiência.
Inscrição
Podem se inscrever graduados(as) em áreas afins à área de estudo pretendida, a critério do Colegiado do mestrado em Alimentos e Saúde. A inscrição é gratuita e deve ser feita somente pela internet. Os(as) interessados(as) devem preencher um formulário on-line. A ficha de inscrição e a documentação prevista no edital devem ser enviados em formato pdf para o e-mail: selecaoalimentosesaude@gmail.com .
Seleção e Resultado
O processo de seleção será constituído de três etapas:
– Avaliação escrita presencial de conhecimentos específicos na área de Alimentos e Saúde;
– Avaliação de projeto de pesquisa;
– Avaliação do Curriculum vitae.
O resultado final será divulgado no dia 20 de novembro na página do curso.
Acesse o edital regular aqui
Acesse o edital suplementar aqui
Acesse a ficha de inscrição aqui

Sobre o mestrado em Alimentos e Saúde
O Mestrado em Alimentos e Saúde visa a inovação e o aprimoramento das tecnologias associadas à produção de alimentos, seleção e obtenção de novos ingredientes e elevação contínua dos índices de eficiência dos sistemas melhoramento alimentar, bem como avaliar os efeitos desses alimentos sobre a saúde de seres humanos e/ou animais, avaliando e melhorando o funcionamento do organismo e aumentando o bem-estar de indivíduos.
Assim, pesquisas com foco na descoberta e avaliação de novas fontes alternativas para alimentação humana, bem como o aproveitamento dos resíduos agroindustriais gerados são fundamentais na busca de uma melhoria nos processos atrelados à ciência e tecnologia de alimentos.
Além disso, o foco nas peculiaridades e necessidades de saúde do Norte de Minas bem como a oferta de flora pelo cerrado norte-mineiro direcionam os trabalhos de pesquisa desenvolvido no Mestrado em Alimentos e Saúde. A cidade de Montes Claros é a maior cidade do Norte de Minas e do Sul da Bahia, atendendo uma enorme demanda Hospitalar e de Saúde de toda a região adjacente. Muitos frutos de plantas nativas do cerrado-caatinga, provenientes de uma atividade extrativista e predatória, são comercializados e consumidos “in natura” ou beneficiados pela indústria caseira na forma de sorvetes, sucos, licores, geleias, etc., com grande aceitação popular. Porém, a grande maioria desses frutos ainda são pouco explorados no que se refere aos conhecimentos e aproveitamento dos seus componentes nutricionais.

(Ana Cláudia Mendes/Cedecom UFMG Montes Claros)