UFMG | Campos Montes Claros
Home » Notícias » Golpes virtuais aumentam durante a pandemia
02 / out / 2020
Golpes virtuais aumentam durante a pandemia

Em entrevista à TV UFMG, professor Hani Yehia​ fala sobre as fraudes mais comuns nesse período e dá dicas para se proteger delas

Em meio ao distanciamento social, muitas pessoas se viram forçadas a utilizar a internet e o telefone para realizar tarefas do dia a dia. Os recursos tecnológicos podem ser de grande valia para otimizar tempo e dos processos, como é o caso da utilização de aplicativos e sites para transações bancárias, compras e entretenimento. Por outro lado, os mesmos recursos podem dar dores de cabeça quando informações importantes são cedidas a pessoas mal intencionadas.

Com a migração de ações para o ambiente virtual, pessoas menos habituadas às tecnologias ficam mais vulneráveis a golpes e fraudes. E mesmo aquelas mais familiarizadas com tecnologias enfrentam desafios para se proteger de ataques virtuais.  Em entrevista à TV UFMG, o professor Hani Camille Yehia, do Departamento de Engenharia Eletrônica da Escola de Engenharia da UFMG, fala sobre os golpes mais recorrentes no período de distanciamento social e fornece instruções para identificar situações suspeitas e se prevenir delas.

Uma das formas de se proteger é buscando o maior número possível de informações sobre indivíduos e instituições que solicitam dados pessoais. Alguns dos canais para esse fim são o site Reclame Aqui, no qual é possível verificar a reputação de lojas e empresas de serviços, e o site da Receita Federal, que possibilita consultar o Comprovante de Inscrição e a Situação Cadastral de Pessoa Jurídica pela Internet a partir do CNPJ da empresa. O recurso se mostra muito útil, por exemplo, para a verificação da legitimidade de empresas menos conhecidas.

O Procon-SP disponibilizou uma lista de sites que devem ser evitados. Há também um Catálogo de Fraudes disponível no site da Rede Nacional de Pesquisa e Ensino (RNP).

Entrevistado: Hani Yehia, professor do Departamento de Engenharia Eletrônica da UFMG
Equipe: Daiany Nogueira (produção); Jessika Viveiros, João Ameno, Márcia Milagre e Ravik Gomes (imagens); Marcia Botelho (edição de imagens); Jessika Viveiros (edição de conteúdo)