UFMG | Campos Montes Claros
Home » Notícias » Coronavírus é identificado em mais de 30% de amostras de esgoto da Grande BH
07 / Maio / 2020
Coronavírus é identificado em mais de 30% de amostras de esgoto da Grande BH

Primeiros resultados de estudo da UFMG foram obtidos após duas semanas de coletas em 16 pontos das sub-bacias dos córregos Arrudas e do Onça

Projeto do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Estações Sustentáveis de Tratamento de Esgoto, sediado na UFMG, busca identificar onde há concentração de pessoas infectadas na Região Metropolitana de Belo Horizonte pelo coronavírus, a partir de análise de amostras de esgoto. Resultados divulgados nesta semana indicam que 31% das 26 amostras coletadas tiveram resultado positivo para a presença do agente patológico. Neste vídeo, os autores do estudo relatam os achados iniciais.

Infraestrutura 
Qual o impacto das medidas de distanciamento social no consumo de água e energia? As redes de água, esgoto e energia elétrica da Região Metropolitana de Belo Horizonte estão preparadas para a redução do consumo industrial e aumento domiciliar? Professores da UFMG respondem a essas perguntas em vídeo editado pela TV UFMG.

Para mais informações sobre os critérios da Tarifa Social, acesse também o site da Copasa e da Cemig.
Equipe: Daiany Nogueira (produção); Artur Horta e Luiz Cisi (reportagem); Marcia Botelho (edição de imagens), Jessika Viveiros e Renata Valentim (edição de conteúdo)